Campanha Viva Sem Drogas convida jovens para falar sobre o assunto através da cultura

As drogas são um assunto sério. Mas nem por isso é preciso criar mais tabus, fazer terrorismo, para falar sobre o uso de substâncias psicoativas. E para estimular o debate sadio sobre o uso de drogas e ao mesmo tempo mostrar que o problema pode ser resolvido com tratamento, uma campanha está levantando um debate de maneira bastante criativa na internet.

A partir deste mês, o site www.vivasemdrogas.com.br traz uma campanha pela qual as pessoas podem interagir com perguntas, respostas, e ainda participar de um concurso cultural sobre o tema “Viva sem drogas!”.

Qualquer pessoa pode participar com fotos, criando vídeos, cartazes, músicas, animações, concorrendo a prêmios como netbook, videogame Nintendo Wii, celular smartphone entre outros. As inscrições vão até 30 de setembro. O concurso ainda está no início, mas ao visitar o site, o internauta já pode conferir trabalhos bastante criativos.

Um exemplo é o vídeo inspiração que você pode conferir na página principal do concurso:www.vivasemdrogas.com.br/concurso-cultural acesse e confira!

Além do concurso, quem visita o site tem acesso a uma série de informações sobre origem, efeitos e consequência do uso das drogas e tirar dúvidas por meio do twitter, no perfil @amigodoutor.

A campanha prevê ainda, em segundo momento, ações em bares, baladas e conveniências das cidades da região de Sorocaba e Campinas, com adesivos e cartões.

De acordo com um dos criadores da campanha, Fernando C. Fox, todo mundo sabe, de um jeito ou de outro, que usar drogas não é legal, com campanhas preventivas que surgem a todo momento. “A ideia agora é falar que este problema tem jeito. Ou seja, se em algum momento a pessoa fez uma escolha errada ao experimentar drogas ou abusar do álcool, não está tudo perdido, tem tratamento eficiente sem perder a liberdade”.

Para Fernando, falar sobre o assunto com terrorismo, como acontece em muitas das campanhas realizadas, pode até piorar a situação, por isso a iniciativa de estimular a criatividade das pessoas. “Ser livre é a maior aspiração de todo jovem e a campanha fala disso, escolhas e liberdade. Não queríamos abordar o assunto com o mesmo peso e terror que as demais campanhas fizeram. Acredito que essa linguagem só traz mais curiosidade e força para as drogas”, o diretor de marketing da Clínica Viva, criadora da campanha.

Mais informações (15) 3243-4330 ou pelo e-mail imprensa@grupoviva.net
Na internet: www.vivasemdrogas.com.br