Alcoolismo abordado mais uma vez em novelas da Globo

Manuel Carlos, conhecido por abordar problemas sociais em suas novelas como: drogas, violência contra mulher e câncer como em “Laços de Família” e “ Mulheres Apaixonadas”, agora novamente retrata o drama do alcoolismo em “Páginas da Vida”, desta vez vivenciado pela luta da jovem Marina (Marjorie Estiano), filha de Bira (Eduardo Lago), um alcoolista que após uma decepção no casamento se entrega à bebida e se recusa ao tratamento.

A novidade que ao final do capitulo são exibidos depoimentos relacionados com o assunto abordados no folhetim, entre esses, emocionantes relatos de alcoolistas e familiares.

O assunto mesmo já discutido em outras novelas e programas de TV, continua sendo tabu e restrito às famílias de dependentes e centros de tratamento desses pacientes.

Pois diferente da ficção onde os familiares se mobilizam todos a ajudar e entendem que o alcoolismo é uma doença, isso nem sempre ocorre na vida real, onde a família por vergonha ou falta de conhecimento, deixam de buscar ajuda profissional e protelam o problema evitando falar do assunto.

Outro erro constante é o conceito de que o dependente do álcool, é um vagabundo e de personalidade fraca, e esses familiares acabam por xingar e desvalorizar o individuo, muitas vezes desconhecendo que se trata de uma doença.

É importante ressaltar que as famílias devem procurar informação sobre a doença, pois o apoio dos parentes é um fator de motivação essencial para o dependente fazer o tratamento especializado.